E hoje é dia de Stº António !

     

Protector dos pobres e amigo das causas do coração, assim é Santo António de Pádua, frei franciscano português, que trocou o conforto de uma abastada família burguesa pela vida religiosa.

Contam os livros que o Santo nasceu em Lisboa, a 15 de Agosto de 1195, e recebeu no baptismo o nome de Fernando. Era o único herdeiro de Martinho, um nobre pertencente ao clã dos Bulhões y Taveira de Azevedo.

Os primeiros oito anos de vida do jovem frei (passados entre Lisboa e Coimbra), foram dedicados ao estudo. Reservado, Fernando preferia a solidão das bibliotecas e dos oratórios, às discussões religiosas. Conta a história que a sua vida mudou um dia que, por mero acaso, se cruzou com um grupo de franciscanos numa das ruas de Coimbra. O grupo seguia para Marrocos pregar a Palavra de Deus e viver entre os sarracenos.

A experiência habitualmente revelava-se trágica e desta vez não fugiu à regra, já que que todos acabaram por morrer em missão. Depois de testemunhar a coragem dos jovens frades, Fernando decidiu entrar para a Ordem Franciscana e adoptar o nome de António, numa homenagem a Santo Antão.

Disposto a tornar-se um mártir, partiu também para Marrocos.  Assim que lá chegou contraiu febre, doente acabou por voltar para casa. Mas, uma vez mais, o destino reservava-lhe uma surpresa. Uma forte tempestade obrigou o seu barco a aportar na Sicília, no sul da Itália.

Aos poucos, recuperou a saúde e concebeu um novo plano: decidiu participar da assembleia geral da Ordem em Assis e, deste modo, conheceu São Francisco.

Santo António ficou muito impressionado ao encontrar o seu Mestre e inspirador, um homem que falava com os animais e que recebeu as chagas do próprio Cristo. Infelizmente não há registos deste momento tão particular da história do Cristianismo. Sabe-se apenas que os dois Santos se aproximaram mais tarde, quando Stª António começou a realizar as primeiras pregações.

Santo António tornou-se então um excelente orador.  As suas pregações eram tão disputadas que chegavam a alterar a rotina das cidades, provocando o fecho dos estabelecimentos.

 

Em Junho de 1231, o seu estado de saúde piorou e  Santo António pediu que o levassem para Pádua, lugar onde era muito estimado. Lá acabou por falecer , no dia 13, com apenas 36 anos.

Santo António tornou-se num dos Santos de maior devoção de todos os povos e sem dúvida o primeiro português com projecção universal.

De Lisboa ou de Pádua, é por excelência o Santo milagreiro, o Santo casamenteiro, o Santo do "responso" e do Menino Jesus. Hoje, em Portugal, o dia é-lhe dedicado !Riso




[ ver mensagens anteriores ]


 


Adicione meu Blog
aos seus favoritos!




Visitante número:

 

Design Personalizado